Como funciona a Dieta Mediterrânea

A dieta mediterrânea tem como premissa ser uma dieta que é baseada em uma forma de alimentação que consiste na mudança do próprio estilo de vida da pessoa. Ela não é tão focada na redução drástica de calorias, pois dentro da ideia principal da dieta é gerar naturalmente uma melhora no metabolismo que favorecerá o controle do peso.

Portanto, os pilares centrais da dieta do mediterrâneo é se utilizar de alimentos frescos e naturais, principalmente azeite, frutas, legumes, cereais, leite e queijos, sendo que alguns tipos de alimentos devem ser evitados a todo custo, como é o caso de produtos industrializados (salsicha, por exemplo), comida congelada e bolos em pó.

Benefícios da dieta mediterrânea

Como foi mencionado ela não visa somente a perda de peso, mas a dieta mediterrânea funciona de forma a modificar o estilo de vida, pegando como exemplo a culinária presente nos países banhados pelo mar mediterrâneo. Pensando dessa forma, alguns dos principais benefícios que uma pessoa pode ter por seguir essa dieta são:

  1. Menor risco de apresentar doenças cardiovasculares, câncer, diabete ou doenças degenerativas;
  2. Apresenta um potencial de proteger o corpo contra a aterosclerose e a trombose;
  3. Contém muito mais nutrientes do que aqueles presentes em alimentos industrializados, fazendo com que o corpo fique muito mais nutrido;
  4. Tem a capacidade de variar os tipos de alimentos, já que se baseia na mudança de estilo de vida. Nesse caso ela tem um ótimo potencial de agradar também o paladar das crianças, fazendo com que elas consigam ingerir de forma mais simples legumes, verduras e saladas.

 

Dessa forma, para aqueles que querem seguir a dieta mediterrânea, precisam necessariamente alterar o estilo de vida, sendo que será necessário se alimentar diariamente de alimentos de origem vegetal bastante frescos, com o mínimo de processamento, preferindo escolher vegetais, legumes e frutas que sejam sazonais e locais.

Um outro incentivo da dieta do mediterrâneo é auxiliar o mercado local, já que ao necessitar de alimentos muito mais frescos é muito mais fácil encontra-los em pequenos mercados ou hortifrutis, do que encontrar esses produtos nas grandes redes de supermercados.

Parabéns! você ganhou acesso a várias receitas que vão te ajudar a emagrecer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *